PSICOTERAPIA PSICODRAMÁTICA COM CASAL

           

         A psicoterapia psicodramática de casal é aquela em que ambos os parceiros participam, tendo o foco nas dificuldades e conflitos específicos que estão vivenciando. A Psicoterapia faz a intervenção psicodramática com o casal, seja no casamento, no namoro ou no noivado.

         Neste trabalho é utilizado com muita frequência o jogo dramático para o relaxamento das tensões, a fim de propiciar uma melhor atuação terapêutica junto ao casal. Depois de um Jogo Dramático, o diálogo é mais fácil entre o casal e o prosseguimento da sessão é bem mais tranquilo, permitindo a introdução de dramatizações em nível real, que aborde mais diretamente os conflitos do casal. Permite a cada um dos cônjuges observarem características, sentimentos, emoções e comportamentos de seu companheiro, que num campo tenso passam totalmente despercebidos.

         O que muito tranquiliza o casal é quando começam a perceber que, muitas vezes, a “doença” não é nem de um e nem do outro, mas que é do vínculo estabelecido por ambos. Quando se trabalha com casal ou com família, deve-se trabalhar com Sociodrama, e não com Psicodrama, pois serão trabalhados os vínculos e não os indivíduos.

            O casal torna-se ciente de pontos de vista, dos modos de interagir e de se comunicar, capazes de destruir um relacionamento e passam, então, a construir um novo pacto conjugal capaz de resgatar toda a felicidade que um dia já. O psicólogo ajuda os parceiros a identificarem os pontos de conflito dentro da relação e a determinar quais as mudanças desejáveis, sejam no modo de se relacionar, sejam mudanças individuais. Nesse tipo de terapia, há componentes de mediação, componentes educacionais e a utilização do Sociodrama, dependendo das dificuldades específicas enfrentadas.


         Os problemas que levam o casal à terapia são diversos: dificuldades de interação, sexuais, emocionais, falta de habilidade para lidar com o estresse, as pressões do trabalho, desequilíbrio de valores sobre sexo, educação dos filhos, papéis sexuais, carreira, dinheiro, cuidados com a casa, infidelidade ou traição. Estes problemas tomam a forma de uma crise, na qual muitas vezes um ou ambos põem em discussão a continuidade da relação.

         O psicólogo tem estudo e treinamento para ser imparcial e respeitar ambos os parceiros, tenta entender os dois lados do problema, ajudando-os a conversar sobre isso, a buscar soluções conjuntamente. Auxiliando o casal naquele momento de crise além de um aconselhamento adequado a ambos.

         O andamento da terapia é influenciado pela natureza dos problemas que o casal está enfrentando, pela intensidade e duração das mágoas geradas por eles, pela bagagem emocional e cognitiva de cada um, enfim, por muitas variáveis. Para a terapia acontecer, ambos os parceiros devem desejar tentar melhorar a relação e estar revendo suas dificuldades através da psicoterapia. É por isso que o comprometimento com a melhora da relação é importante. O casal deve entender que a satisfação no relacionamento compete a ambos.

         Os benefícios da psicoterapia psicodramática para casal são: melhorar a comunicação, identificar objetivos comuns, negociar e equilibrar as diferenças individuais dentro da relação, aprender a compartilhar responsabilidades dentro do relacionamento, desenvolver estratégias para manter e fortalecer o compromisso, acabar com a competição, entender as necessidades do outro, superar a infidelidade ou traição, melhorar a vida sexual, melhorar a qualidade geral do relacionamento e a satisfação conjugal entre outros.